sábado, 7 de novembro de 2015

Meus olhos se turvam - Carla Pepe

Meus olhos se turvam
By Carla Pepe

Meus olhos se turvam
Pois teimam ver no menino a criança
que empunha a arma
e mora em Angola,
Senegal ou Nigér.

Meus olhos se turvam
Pois enxergam a criança na menina
que dança e rebola
no baile da Baixa,
Jacaré e Maré.

Meus olhos se turvam
Pois persistem em olhar a miséria
do povo que sofre e luta
Está sempre na labuta
mas é tido como puta
pelos playboy e manés.

Meus olhos se turvam
Pois insistem em crer na possibilidade
de um mundo melhor.
Meus olhos se turvam
Pois o coração continua
batendo como mãe, menina e mulher.




Postar um comentário