sábado, 21 de novembro de 2015

Labirinto (1998) - Carla Pepe

Labirinto (1998)
By Carla Pepe

Tanto tempo faz,
Nem me lembro mais 
Como tudo começou,
Como tudo terminou.
Os sentimentos se embaralharam
Se entrecruzaram...
São “nós” que ainda não sei desatar.
Uma rede que eu não sei  balançar.
Formam um labirinto que eu não sei caminhar.
Os sentimentos estão perdidos.
Tristeza, melancolia, enfim...
Perdida no labirinto de mim.
Barco sem capitão.
Rede sem pescador.
Vida sem alma.
Cansada. 
Esgotada. 
Fatigada. 
Sugada.
Não sei por onde recomeçar.
Nem por onde me perdi para então me reencontrar.
Sinto falta do verso, da rima, da letra, do véu.
Sinto falta do riso, do choro, da vela, do céu.
Quem vai me procurar?
Quem vai me encontrar?


Postar um comentário