sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Pudor - Carla Pepe

Pudor
By Carla Pepe

Ela é sem pudor
Na cama se entrega com ardor.
Na vida se joga sem temor.
Seu sorriso exibe certo frescor.
Límpida, ingênua, atrevida.
Ás vezes doida varrida.
Em outras, gentil bailarina.
Despudorada dos sentimentos.
Quebra a cara.
Numa hora cai e chora.
Na outra, levanta e vai embora.
É moça interessante.
Sabe o que da vida quer.
Um bem-querer e bem-me-quer.
Se você quer essa mulher
Não demore pois ela não é coisa qualquer.



Postar um comentário