quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Para onde você vai, moça? - Carla Pepe



Para onde você vai, moça? 
By Carla Pepe 

Tu vai para onde moça assim com tanta pressa?
Não sei, ela respondeu, só sei que que caminho.
É importante saber para onde se vai.
Disse ele, de forma calma.
Ela parou por instantes com cara de quem estava pensando no que ele dizia
Sentou. E ficou ali.
Saber para onde se vai é mais importante do que o caminho por onde se anda.
Retrucou ele novamente, agora com voz firme.
Ela reconheceu em seu coração que não sabia bem para onde ia.
Talvez fosse melhor parar um pouco.
Andar com tanta pressa sem saber para onde ia estava lhe deixando cansada.
E ali ficaram os dois a conversar.
E falaram até o anoitecer.
E partilharam do pão e do vinho.
Quando o dia amanheceu, a moça tinha em seu coração
a resposta que procurava, sabia aonde queria ir.
O caminho agora era o que menos importava.
Pois sabia para onde ir.
E sabia que encontraria boas companhias que lhe questionariam,
provocariam, talvez até lhe fizessem parar um pouco,
calar um pouco,
chorar um pouco,
sorrir um pouco.
Mas agora, ela sabia aonde queria chegar.







Postar um comentário