segunda-feira, 25 de abril de 2016

Narceja - Carla Pepe

Narceja
By Carla Pepe
‪#‎Carla440‬
Ela mudou.
Se transformou.
Novos lugares explorou.
Novas idéias explanou.
Como fênix, das cinzas ressurgiu.
O corpo e alma ela cingiu.
Morena em constante mutação.
Para alguns: um ponto de interrogação.
Uma certeza: um vulcão em erupção.
Cadência, suingue e muita arrebentação.
Ela, apenas, cansou de ser outra.
De ser neutra.
De ser neura.
De ser pleura.
Resolveu ficar nua.
Ser só sua.
Tão sua.
Exatamente sua.
Que vestiu-se de si mesma.
Intensa e livre como narceja.
E voou pelo céu cor de cereja



Postar um comentário