quinta-feira, 13 de agosto de 2015

A historia por trás do nosso nome - Carla Pepe

A historia por trás do nosso nome
Carla Pepe

Estou realmente viciada numa serie do Netflix que me foi apresentada por uma amiga querida, Luciana Lima. Sense8 tem se revelado uma surpresa positiva e, simplesmente não consigo parar de ver. Num dos episódios, os personagens revivem, ao mesmo tempo, o dia do seu nascimento. É Phoda.

Eu, como sempre, emocionada, viajei na minha própria historia contadas por minha mãe até o dia do meu nascimento. Me chamo Carla, porque sou primogênita e meu pai -Vivo para que todos saibam, já que algumas pessoas acham que ele é falecido - se chama Carlos. Minha mãe contava que eu chorava tanto quando nasci que meu pai invadiu o berçário achando que estavam fazendo algo comigo. Sempre imaginei meu pai de capa e espada invadindo o hospital para ver o que acontecia com sua primeira filhinha. Eu continuei chorona por anos a fio (acho que essa parte nunca mudou)....

Descobri, depois de um tempo, que ela marcou o parto cesarea para o exato dia da morte da mãe dela. Só um parenteses na minha historia: minha avó materna morreu de complicações de parto do seu ultimo filho. Fiquei por tempo me perguntando: por que será que ela quis que eu nascesse no dia que sua mãe morreu? Depois de algum tempo (anos é claro), cheguei a conclusão de quão poética ela foi: nascer e morrer são duas faces de uma mesma moeda do círculo da vida. Transformou um dia de dor em dia de celebração. E não podia ter uma filha que gostasse mais de celebrar. Porque eu simplesmente amo meu aniversário.É estilo ANIVERSÁRIO GUANABARA.

Há as mães...adoram transformar nossas historias em lendas, em contos, em fábulas. O que seria das nossas vidas sem elas. E você, sabe a história do seu nascimento? 

#Sense8 #Carlapensando #Carla440V #borarelaxar
Postar um comentário