sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Lagrimas caem...

Nossa hj bateu saudade. saudade de ouvir tua voz. saudade da tua gargalhada. da certeza da tua presença. da certeza de que tudo dará certo e teu amor por mim é eterno. nem sei pq choro, mas a dor da tua ausencia é forte. sinta falta de voce mãe. da tua cor, da risada, das tuas sacanagens, dos teus rolos. sinto tanta saudade q explode no peito. as vezes me vejo sendo parecida contigo. acreditando nas pessoas, ajudando, dando passagem. as vezes me vejo repetindo teus erros. mas queria ter voce aqui. queria sentir tua presença. ter a certeza de que a vida dará certo. sei la. mãe, nem palavras explicam a tua ausencia na minha vida. teus cabelos encaracolados, teu rosto moreno, tua voz firme, tua risada contagiante. Tantas viagens eu deveria ter feito contigo, tantos passeios, tantos momentos eu te cortei, eu te critiquei, muitas vezes eu te odiei. Te odiei pq me deixou para trás, pq nao conseguia te entender as vezes, nao entendia o amor q sentia pelo meu pai, nao entendia como podia acreditar nele e em tantas pessoas q te passaram para tras. Te odiei pq me senti abandonada tantas vezes, largada a beira do caminho. Queria tanto que tu me aceitasse. Que tu me enxergasse. E nem via q tu ja tinha me aceitado ha tempos, ja me enxergava desde sempre. e sabia ate onde eu poderia ir. Mas te odiei mesmo assim. pelas escolhas q tu fizeste. pelas vezes em que calaste. te achava covarde, hj vejo q foste mais corajosa do q sou. Tantas coisas passamos, tantas eu deixei de passar. Acho q preciso mais e mais me perdoar, me entender, me ver. Me perdoar pelas coisas q nao fiz, pelos erros q cometi. Nao quero mais estar tao errada mãe.
Postar um comentário